30 novembro 2009

"Estás tão magrinha! Tu não comes?"

É o que eu oiço nos últimos tempos. Ainda ontem no café. Ainda um dia destes, numa conversa pela net, por causa de uma foto... só da cara..
Pois é. Estou magra. Mas sim, como. Às vezes mais, outras vezes menos. Mas como. Mas ando cansada. Demasiado cansada... Demasiado sem tempo para mim... E, se nunca quis ser gorda, também não quero "estar tão magrinha". Sinto-me mal quando me olho ao espelho, e vejo as calças tão largas. Já nem o cinto as aperta...
Não como muito, mas como muitas vezes. Estou sempre com fome... Sinceramente de momento não me importava de ganhar mais um quilito ou dois.
Estou cansada. Demasiado cansada... Pois é. E também não consigo trabalhar. Devia estar a trabalhar e estou aqui a escrever neste momento. Agora já nem posto coisas de jeito. Só textos deprimentes como este. Nem sigo os vossos blogues da maneira que eles merecem... Também tenho fome... E sono. Não sei se coma, se durma, se trabalhe... Na verdade. Não me apetecia fazer nenhuma das três. Por uma vez na vida apetecia-me apenas ficar a ver o tempo passar.


(sim, estou cada vez mais deprimente, eu sei)

28 novembro 2009

Tiriririririrri (isto sou eu a tiritar de frio)

Vir a casa é isto: apanhar uma barrigada de frio (diga-se que esta noite, mesmo estando quase equipada para a neve, ia morrendo de hipotermia...)
Não sei se é impressão minha, mas em Lisboa parece-me que as temperaturas estão pelo menos uns 5 ou 10 graus mais elevadas que aqui. (É quase como estar aqui, e depois ir à Serra da Estrela passar uns dias...)
A coisa boa, é poder ir ali ao pé da lareira aquecer os pezinhos :D. oh, tão bom!

26 novembro 2009

Apetecia-me escrever poemas...

Mas não tenho tempo, nem cabeça, nem inspiração para tal...
Melhores dias se aguardam :)

24 novembro 2009

A falta de luz pode ser romântica?

Poder pode... Mas não é com certeza quando se tem que estudar e fazer trabalhos, e mesmo com bateria no portátil, para trabalhar é preciso ver coisas em livros e fotocópias!!
Foi o que me aconteceu... A luz foi-se. Logo de manhã. Tem de se ir ao quadro ligar. Só que o quadro está lá em baixo, na casa dos donos do prédio... E quando cheguei das aulas, não estava cá ninguém. E como estamos no Inverno, e anoitece cedo, depois de ter estado à janela a tentar ler com a pouca luz que restava, tentei ler com a luz do telemóvel, ir à casa de banho com a luz do telemóvel... (Ainda bem que tive a feliz ideia de pôr o telemóvel a carregar durante a noite, ou estava lixada)...
Mas acabaram de chegar os donos da casa. Por isso se não se importam vou lá abaixo pedir pa me ligarem a luz, antes que fique cega (e o meu teclado é preto)...

21 novembro 2009

Se eu alguma vez na minha vida pensei...

Vir a passar uma tarde enfiada numa biblioteca da faculdade de medicina!
Não, não estou em medicina...
Saí de lá a deitar anatomia pelos olhos, e cheguei a casa a morrer de cansaço e depois fiquei tremendamente aborrecida por não ter conseguido dormitar um bocado (é, os trabalhos de anatomia têm esse efeito)...

19 novembro 2009

É tão bom recordar!...

Acabei de fazer uma rápida incursão pelo meu blog, andando para trás. Até há mais de um ano atras. Foi literalmente ver, num curto espaço de tempo, "a vida a andar para trás". No bom sentido! Coisas que já não me lembrava de ter escrito... Algumas que já nem me lembrava de ter vivido... Relembrei algumas coisas. Relembrei os momentos em que as escrevi...
Foi tudo muito rápido, mas chegou para deixar saudades. E estas, estas sim, daquelas boas. Daquelas que nos dão vontade de repetir tudo outra vez, e outra...

Não pensei que fosse ter tantas saudades...

Não sou muito de ter saudades... Nunca fui muito de saudades... (saudades de alguns momentos bem passados, isso sim, mas isso acho que todos temos).
Mas a verdade é que tenho. Saudades. Muitas saudades.
(de casa, da serra, do cheiro a eucalipto, dos momentos, das aulas, do meu quarto, da minha cama, da lareira acesa, do meu cão, do meu jardim, das minha pessoas... nunca pensei que me fosse custar. Mas custa)

:/

18 novembro 2009

Taizé/Louvor e glória

"O Senhor é a minha força, ao Senhor o meu canto. Ele é nosso Salavador, nele eu confio e nada temo."

16 novembro 2009

Poemazinho*

Tenho tanto sentimento...





Tenho tanto sentimento
Que é frequente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas reconheço, ao medir-me,
Que tudo isto é pensamento,
Que não senti afinal.

Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.

Qual porém é verdadeira
E qual errada, ninguém
Nos saberá explicar;
E vivemos de maneira
Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar.

Fernando Pessoa 

 
*Porque em parte me identifico com ele...

14 novembro 2009

A pensar na vida...

Mas porque é que as coisas não podem ser lineares e direitinhas, e sabermos sempre o que devíamos fazer? Porque é que tem que ser tudo tão confuso?... Ora bolas... :S

13 novembro 2009

E viva Zurique, olé!

Descobri hoje, através do analytics, que alguém esteve a "navegar" pelo meu blog (sim, este), no dia 18 de Outubro, a partir de Zurique, e por aqui permaneceu mais de 40 minutos, tendo visitado mais de 10 páginas.
Uau.
Estou impressionada. (Se gostaram assim tanto podem voltar!!) :D

11 novembro 2009

Ah pois é!!

(Depois da barriga cheia de salada, mas pouco aconchegada, e eu ter comido um prato de grelhados...)

Ele - Quem é que é esperto aqui, quem é?
Ela - É a Adriana!...
Ele - ...que tem a salsicha e a banana!


Oh yeah!!


Rir é sem dúvida o melhor remédio... :D

Pequenos grandes momentos*



O tempo corre, e voa, e esvai-se por entre os dedos... E eis que a vida vai passando. Mas a vida é feita de momentos. Todos os momentos: os bons e os maus, os alegres e os tristes, os fáceis e os difíceis... E é em aproveitar cada momento que reside a alegria de viver.
E no meio da nossa vida atarefada, é tão bom parar, é tão bom passear um pouco quando se devia estar em casa a estudar, é tão bom sorrir! Mesmo que seja por pouco tempo. Mesmo que esse tempo mais uma vez voe... Mesmo que no fim fique muita coisa por fazer, mas também fica ainda tanta para dizer! Mas, às vezes, um sorriso, um abraço, isso basta. Mesmo que nem dê para dar uma ajuda decente, só por aquele pequeno momento ter existido já valeu a pena. Porque são as pessoas que nos estão no coração que, por serem tão especiais, nos tornam especiais. E porque há pessoas fantásticas... Pessoas que, quando se está com elas, tudo é tão bom que por algum tempo nada mais importa.
Acho que é a isto que se chama amizade...
E não é só quando se ri, mas também quando se chora, ou quase... Mesmo quando até ficamos sem saber o que dizer... Não importa. O que importa é estar lá. Não importa parecer, importa SER!!
Mesmo que seja por pouco tempo, não é pelo tempo que se mede a grandiosidade dos momentos...
E enquanto forem existindo momentos destes, é porque a vida nos vai sorrindo, e vai continuar a apetecer-me gritar a plenos pulmões: "Contigo vou ser feliz!!".
Porque, sim, são os "meus amores" que me deixam feliz. Sem eles eu não sou nada...
Oh, não é tão bom?



Obrigada a todos os que fazem parte destes momentos :)



(O prometido é devido... Aqui ficou o registo, não pormenorizado, mas generalizado... Pena é não haverem fotos!)


*Porque são esses os que mais importam

09 novembro 2009

Dura praxis, sed praxis*

Dia de baptismo dos alunos de 2ª e 3ª fase, dia de praxes... Mais um!
Mais rebolar na relva, mais tartarugas aflitas, mais aviões a passar e nós a gritarmos "ai maezeeinhaaa!!". E mais jogos giros em rodinha, que desta vez incluíram algumas cabeças em farinha... E outros jogos giros que metiam saltinhos e pessoas ao barulho... Mais cançõezinhas de praxe. Ah, claro... Mais caras pintadas... Caras e mãos, para alguns...
E eu à rasca dos meus pezinhos! Logo hoje que me lembrei de ir de sapatinhos... Maldita a hora!
E gostava de ter assistido ao baptizmo... Mas depois da aula de métodos (a essa só faltou mesmo quem quis, porque era teorico-prática e era importante...) já só queria era mesmo vir para casa... Até porque a esta hora ainda eles lá estão à espera para serem baptizados... Pobres criaturas! (pobres não, que nós de primeira fase sofremos muito mais!!)

:)


*A praxe é dura mas é praxe.
Tal como a lei.

Isto só a mim...

Acabei de entornar uma caneca de leite com chocolate em cima das folhas dos exercícios de métodos matemáticos, e mais umas quantas. E por sorte (sorte?) não foi por cima do computador.
Óptimo, não é?!

07 novembro 2009

Publicidade

Para quem gosta de arte, de desenhar/apreciar desenhos, e de seguir blogs, aqui fica uma sugestão...

Apreciam a marca gráfica ;)

Vá, toca a ir lá fazer uma visitinha!

(para quem ainda não sabe... carregar em cima de "marca gráfica" para seguir o link...)

Dia não

Posso armar-me em palerma, desatar a chorar e só parar amanhã, e quando parar já não me sentir desta maneira ridícula?


Sinto-me tão desorientada.
Bolas! Estou farta disto!

Fim-de-semana...

(*Atenção, post altamente deprimente)

Este, que passa a correr, e não dá tempo para nada...
Que devia aproveitar para descansar mas não posso ou não consigo.
Chego a casa na sexta já tarde, janto, e para pouco mais dá. Aos sábados de manhã tenho aulas de condução. Vou para lá tão cansada que só faço porcaria. Hoje antes da aula ainda fui ao médico... Chrgo a casa cansada e com sono e tento dormir um bocado antes do almoço, ou então depois... Mas não consigo. O tempo passa e nada. Tenho coisas para fazer, mas também não me apetece. Nem sei poe onde começar. Também tenho de formatar o computador (que já estou farta de algumas pancas do linux) mas não sei qual será a melhor altura do dia de hoje ou de amanhã, visto que posso precisar dele. Apesar de andar mais calma ultimamente, continuam a haver momentos em que se mete na barriga aquele nervoso miudinho... Não sei porque. O médico receitou-me uns comprimidos mais fortes para dormir, e os mais fracos que tomava antes para de manhã, mas disse que também não podia fazer muito mais, visto que aqui a criança ainda só tem 18 anos e não pode tomar coisas muito fortes. Mas sinto-me tão mal neste estado em que tenho andado que já estou por tudo... Preciso de droga. Droga para dormir, droga para acalmar. Droga para conseguir sentir a cabeça fresca e activa, com vontade de trabalhar...
Oh... O que eu desejava uma férias para não fazer nadinha, a não ser descansar e divertir-me!
Sinto-me cansada de tudo, cansada das coisas, das situações...
E o fim-de-semana vai já a meio, e sinto-me tão desconfortável...

Ultimamente, já nem tenho vontade de escrever aqui... :(

03 novembro 2009

Soninho, soninho, soninho...

E pouca vontade de estudar! :/

Regra de três simples

Nota do teste de métodos matemáticos, sobre cálculo matricial: 6.55 valores em 7 possíveis.
Feitas as contas equivale a 18,7 valores, ou 93,6%.
Nada mau!
(Nada mau para quem o ano passado começou a tirar negativas nos testes de matemática a torto e a direito... Mas também, matrizes é fácil. O mais difícil ainda aí vem... :S)

02 novembro 2009

Esta noite não consegui dormir... Ou melhor, eu adormeço, ou é como se adormecesse, mas o meu cérebro continua a trabalhar.. vem-me tudo à cabeça... Exercícios de umas disciplinas... a tentar resolvê-los mentalmente... Matérias de outras... e outras confusões que pairam pela minha cabeça. Tudo isto de noite. Tudo isto a dormir. Um numa espécie de dormir que não é dormir...

Hoje cheguei a casa às seis e meia da tarde... tentei dormir até às 8. Não adormeci nem por 1 segundo... Devia estar a estudar. Com a cabeça neste estado não sou capaz.

Começo a desesperar... Preciso mesmo de descansar e não consigo.

Vou beber um chá, tomar uns comprimidos, e esperar só acordar amanhã lá pras 7 e meia...